Dietas radicais trazem prejuízos à saúde bucal; saiba como:

Escrito por Clínica Corb em . Postado em Notícias

05dietaUm dos maiores desafios para quem quer emagrecer é fazer os cortes na dieta. Sem a orientação médica adequada, muitas vezes as pessoas tiram alimentos essenciais para uma alimentação saudável. O resultado: carência de vitaminas e nutrientes que trazem reflexos negativos para todo o organismo, incluindo a saúde oral. “Algumas vitaminas e sais minerais são imprescindíveis na formação e manutenção dos dentes, ossos, gengiva e tecidos bucais. É importante, portanto, o cuidado da saúde oral e da alimentação para que um fator não interfira no outro, prevenindo o aparecimento de doenças”, diz Alessandra de Lima Rocha, cirurgiã-dentista da Estratégia Saúde da Família do Instituto Israelita de Responsabilidade Social Albert Einstein.

A ausência de nutrientes, presentes em uma dieta balanceada, pode interferir no sistema imunológico, comprometendo a saúde das gengivas e dos ossos que sustentam os dentes, o que os torna mais vulneráveis às infecções. “Pode, ainda, reduzir o fluxo das glândulas salivares e, consequentemente, aumentar a susceptibilidade à cárie dentária e a possibilidade de erosão dental”, salienta Alessandra.

Segundo a especialista, o uso de fórmulas para emagrecer costuma provocar desidratação pelos laxantes contidos na composição e, por este motivo, leva à diminuição do fluxo salivar e formação de saburra lingual, que causa o mau hálito (halitose). “Antes de iniciar uma dieta de restrição calórica, é importante procurar orientação de um profissional especializado, para garantir a quantidade necessária de nutrientes para o funcionamento do organismo. Além disso, a mudança de hábitos alimentares deve ser assistida por um cirurgião-dentista para a manutenção da saúde bucal e garantia de um sorriso saudável”, aponta.

Dicas para um sorriso saudável:

– Beba água: O consumo de água além de possuir flúor é importante para eliminar detritos, açúcares e ácidos.

– Não despreze as fontes de vitamina C, como frutas (goiaba, acerola, caju, morango), legumes (pimentão, tomate) e vegetais folhosos crus (brócolis, couve-flor, couve). A vitamina C participa da formação de colágeno e cicatrização dos tecidos, que é componente fundamental para a saúde das gengivas.

– Aposte nos chás: Alguns chás produzem efeito antioxidante sobre os dentes, o que evita que se oxidem pela ação de alimentos ácidos, o resultado são dentes menos ásperos e protegidos. O chá verde e preto são as melhores opções.

– Não se esqueça dos derivados do leite: O cálcio presente no leite é essencial para garantir ossos fortes e saudáveis. A vitamina D ajuda na absorção do cálcio, e pode ser encontrada também nos vegetais verde-escuros.

– Mastigue: A mastigação de alimentos ricos em fibras contribui para a saúde gastrointestinal e promove a autolimpeza dos dentes, o que minimiza a formação de placa bacteriana.

– Evite lesões: A ausência de vitaminas do complexo B ocasionam lesões orais, alterações na língua e salivação excessiva. A vitamina B é encontrada em banana, carnes, miúdos, como fígado ou rim, vegetais verdes folhosos, cereais e ovos.

– Vitaminas K: Presentes nos vegetais escuros, a vitamina K é importante para a coagulação do sangue, sua carência está relacionada a hemorragias.

Fonte: saude.terra

"Trackback" Enlace do seu site.

Deixe seu comentário

Copyright @ 2014 - Todos os direitos reservados a clinicacorb.com.br
Powered by Warp Theme Framework